Slider

31/07/2018

Depilação pode causar algum problema para a mama [Mito]

Mito. A depilação da mama não aumenta o risco para câncer e utilizando técnicas seguras não prejudicará em nada a saúde das mamas.

Arte: Equipe de redação

Aqui vão algumas observações sobre os métodos mais usados, levando-se em consideração que estamos falando de uma região delicada, de tecido mais sensível:

  1. O uso de lâmina deve ser evitado pela grande chance de pequenos cortes que proporcionam porta de entrada para microorganismos causadores de infecção;
  2. O depilador elétrico, constituído de pinças automáticas é desaconselhado pelo mesmo motivo;
  3. A retirada manual com pinça pode ser realizada cuidadosamente para não ferir a pele; o melhor momento para fazê-la é após um banho morno quando os poros da pele ainda estão dilatados;
  4. Na depilação com cera preferir a cera fria. Optando pela cera quente, testar cuidadosamente a temperatura antes para evitar queimaduras;
  5. A depilação a laser é segura, mas pode apresentar resultado insatisfatório devido às características dos pêlos dessa região.

Sandra Gioia e Cristiane Torres.

Estamos na rua Conde de Bonfim, nº 1033, sala 147. Tijuca, Rio de Janeiro.
Contatos: (21) 35591466 (21) 998251466 relacionamento@mastogin.com.

27/07/2018

Entrevista com a Dra. Sandra Gioia para o INCA e o SESC

Neste vídeo produzido em parceria entre o INCA e o Sesc a Dra. Sandra Gioia fala sobre nódulos, reposição hormonal e próteses mamárias. Assista!

Mais informações: www.inca.gov.br

25/07/2018

O câncer foi minha cura [Vânia Castanheira]

“Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista”.

Arte: Equipe de redação

Esta frase acima é da médica, Health & Wellness Coach Vânia Castanheira. Ela venceu um câncer e mudou radicalmente seu estilo de vida. E hoje ajuda milhares de pessoas através do seu blog e trabalho como médica, Health & Wellness Coach e palestrante.

Aqui ela conta um pouco da sua história:

Sandra Gioia e Cristiane Torres.

Estamos na rua Conde de Bonfim, nº 1033, sala 147. Tijuca, Rio de Janeiro.
Contatos: (21) 35591466 (21) 998251466 relacionamento@mastogin.com.

23/07/2018

Câncer de mama [fase inicial pode não precisar de quimioterapia, indica estudo]

Em 70% dos casos, o índice de sobrevivência de mulheres tratadas sem quimioterapia chega a mais de 90%.

Arte: Equipe de redação

Cerca de 70% das mulheres diagnosticadas nos estágios iniciais do câncer de mama podem não precisar de quimioterapia, de acordo com estudo publicado no New England Journal of Medicine. Segundo os pesquisadores, o tratamento hormonal atinge um porcentual de sobrevivência de mais de 90%, sendo tão eficiente quanto a quimioterapia na maioria dos casos de tumor mamário que ainda não se espalharam pelo corpo.

O estudo foi apresentado num encontro da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, que aconteceu nos Estados Unidos. “Poderemos poupar centenas de milhares de mulheres de um tratamento tóxico e agressivo que, na realidade, não as beneficia”, disse Ingrid A. Mayer, autora do estudo, ao New York Times.

Muitas mulheres que passam pela quimioterapia convivem com efeitos colaterais, como anemia, enfraquecimento do sistema imunológico, perda de cabelo, diarreia, fadiga e perda de memória. Além disso, outros sintomas menos comuns podem acontecer, como perda óssea, osteoporose, problemas cardíacos e visuais.

Todos os dias, mulheres com câncer de mama se veem diante do terrível dilema de decidir se vão ou não fazer a quimioterapia, sem ter dados suficientes e assertivos sobre os resultados. Essa pesquisa é transformadora e uma ótima notícia, já que poderá liberar milhares de mulheres da agonia da quimioterapia. Mas é importante ressaltar que é necessário examinar cada caso com cuidado para indicar o melhor tratamento e não colocar em risco a vida das pacientes.

Sandra Gioia e Cristiane Torres.
Estamos na rua Conde de Bonfim, nº 1033, sala 147. Tijuca, Rio de Janeiro.
Contatos: (21) 35591466 (21) 998251466 relacionamento@mastogin.com.

20/07/2018

Sutiã causa câncer de mama [Mito]

Mito. O uso de sutiã não causa câncer de mama.

Um estudo científico de 2014 avaliou a relação entre sutiã e câncer de mama. Não existe diferença de risco entre mulheres que usam sutiã e as que não usam.

Arte: Equipe de redação

Juliana Cavalcanti.

Estamos na rua Conde de Bonfim, nº 1033, sala 147. Tijuca, Rio de Janeiro.
Contatos: (21) 35591466 (21) 998251466 relacionamento@mastogin.com.

12

Menu

Afetuosas

afetuosas

afetuosas

O blog Afetuosas foi criado para todas as mulheres que se cuidam. Um lugar de afeto e conteúdo compartilhado.

Pesquisa

Falamos sobre

Arquivos

Arquivos

fev0 Posts
mar0 Posts
abr0 Posts
maio0 Posts
jun0 Posts
jul0 Posts
ago0 Posts
set0 Posts
out0 Posts
nov0 Posts
dez0 Posts

Causa

clube-da-mama

clube-da-mama

Estamos Juntos

Visitantes

Count per Day

  • 28461Total de visitas:
  • 22Visitas hoje:
  • 1113Visitas por mês:
  • 0Visitantes online:

Sempre com a gente

Ética

Se você gostou de algo do nosso site, por favor, indique a fonte original direcionando para o nosso endereço. As informações contidas neste espaço não deverão, de forma alguma, serem utilizadas como substitutas de consulta, diagnóstico, prescrição de medicamentos ou tratamento de doenças. Nada substitui a consulta com um especialista.

(21) 3689-8868

(21) 99261-4330

(21) 2254-5892

(21) 99825-1466

Menu

Afetuosas

afetuosas

afetuosas

O blog Afetuosas foi criado para todas as mulheres que se cuidam. Um lugar de afeto e conteúdo compartilhado.

Pesquisa

Falamos sobre

Arquivos

Arquivos

fev0 Posts
mar0 Posts
abr0 Posts
maio0 Posts
jun0 Posts
jul0 Posts
ago0 Posts
set0 Posts
out0 Posts
nov0 Posts
dez0 Posts

Causa

clube-da-mama

clube-da-mama

Estamos Juntos

Visitantes

Count per Day

  • 28461Total de visitas:
  • 22Visitas hoje:
  • 1113Visitas por mês:
  • 0Visitantes online:

Sempre com a gente

Ética

Se você gostou de algo do nosso site, por favor, indique a fonte original direcionando para o nosso endereço. As informações contidas neste espaço não deverão, de forma alguma, serem utilizadas como substitutas de consulta, diagnóstico, prescrição de medicamentos ou tratamento de doenças. Nada substitui a consulta com um especialista.